Quarta capa: A Mocinha do Mercado Central

Quarta capa do livro

A Mocinha do Mercado Central

de Stella Maris Rezende

Editora Globo, 2011

 

“Não sei quantas almas tenho”.  O famoso verso de Fernando Pessoa está nas páginas deste livro, leitor. E você também está! Pode não saber, mas esta história tem algo de você, de toda gente. Pra entender bem, precisará conhecer Maria Campos, a Mocinha do Mercado Central. Ela passeará diante dos seus olhos, passando por diferentes cidades brasileiras. Se prestar bastante atenção, vai ver que o sotaque do livro é mineiro, que ele tem gosto de pão-de-queijo e uma descoberta a cada capítulo. Prepare-se para maravilhas, tristezas, sonhos e reviravoltas. Mais que tudo: abra o coração e se emocione com a escrita íntima e delicada de Stella Maris Resende. Talvez você termine a leitura descobrindo que outras almas tem dentro de si.

 

Ricardo Benevides

 


Professor universitário (Uerj e FACHA) e escritor. Nas horas vagas, músico. Aqui, um pouco de tudo: música, literatura, futebol, política e desimportâncias.

Deixe um comentário